A guerra santa continua...

02/12/2009

Logotipo da revista eletrônica
Logotipo da revista eletrônica

Globo, SBT, Band, Rede TV! e Ibope! Essa é a briga!

A Record não aceita o atual método de medição de audiência do instituto de pesquisa. Em São Paulo, existem 750 aparelhos que fazem a medição e enviam através de telefonia celular os dados para uma central analisar minuto a minuto os canais assistidos pelas residências pesquisadas.

No último "Domingo espetacular", foi vinculada uma matéria ENORMEEEEE, colocando em evidência a audiência das emissoras de televisão. A Record comparou as médias das duas semanas anteriores do "Programa do Gugu" e de "A fazenda" com o Fantástico, exibido pela Rede Globo. Nesse dia, de acordo com o ibope, um erro atrapalhou a medição e o resultado final favoreceu a Globo. Além disso, no dia do apagão em 10/11, a Globo teve uma audiência absurda se comparada com as demais. Juntando os dois casos, é possível pensar numa conspiração contra a Record ou tudo não passa de paranoia?

Após o ocorrido, os acusados pela Record responderam sobre o caso. A emissora está no direito de desconfiar. Tudo bem, é um direito. O próprio tio Sílvio também desconfiou, já abriu e já fechou sua própria empresa de medição de audiência. Ou seja, acabou concordando que os resultados do ibope eram praticamente os mesmos.

O que me parece mais claro é que a Record não quer perder de jeito nenhum a audiência que estava crescendo desde 2004. Só que a emissora não conseguiu aproveitar direito seu bom momento. Hoje está sem identidade e quer culpabilizar os outros pelos seus fracassos. E pra mim é tão certo que a Record não é tão preferida quanto pensa que basta procurar no youtube o vídeo do "Domingo espetacular" com a matéria e ler os comentários. É a maioria contra a emissora.

Acesse este link para a primeira parte de "A guerra santa começou!".

Siga este link para "A guerra santa começou! (Parte 2)". 

Siga este link para "A guerra santa começou! (Parte 3)".