A TV dos anos 2000

16/06/2008

Logotipo do telejornal
Logotipo do telejornal

Pela terceira vez desde que a Manchete saiu do ar, os saudosistas deixam rolar pela face uma lágrima. Depois de "Xica da Silva" e "Mandacaru", sem dúvida a reprise de "Pantanal" é a de maior significado na guerra instaurada no horário nobre da TV Brasileira. Não só por relembrar a guerra entre a emissora da família Bloch e a família Marinho, mas também porque remete à programação da emissora que abalou a estrutura global como nenhuma outra.

A Manchete ficou conhecida por conta do jornalismo e de suas novelas. Caprichadas produções traziam à tela tramas fora do eixo Rio-São Paulo com muito erotismo e belíssimas fotografias. Mas nem só de novelas vive uma emissora, mas de coberturas de eventos, como os carnavais cariocas e Olimpíadas, bem como programação infantil com Xuxa e Angélica, além de diversos animes japoneses e séries, com destaque aos "Cavaleiros do Zodíaco", que era apresentado pela Mitsui, que fazia uma dancinha muito estranha.

Um fato que tornou a emissora conhecida também foram as inúmeras crises financeiras e greves de funcionários. Mesmo depois do sucesso de "Dona Beija", momentos de dívidas abalariam a estrutura do canal. Na década de 1990 a situação se complicaria. Entusiasmada com o sucesso de "Pantanal", aposta em "Amazônia" e adquire muito prejuízo com essa produção. Adolpho Bloch morreria sem ver sua emissora praticamente mudar a programação com "Tocaia grande" e conquistar com essa novela o alicerce para o sucesso de "Xica da Silva".

Mas nem tudo pode ser perfeito. Com o antecipado final de "Brida", a emissora antecipa também sua existência. Quase dezesseis anos de altos e baixos deixam saudades. Com o slogan "A TV do ano 2000", a Manchete é extinta em 1999. Mas suas produções ficam na memória. E o SBT, com sua tática de revirar o baú, nos presenteia com a belíssima obra de Benedito Ruy Barbosa, que nos remete à TV que chegou ser a terceira maior potência da América Latina. E se você quiser saber mais, ligue agora mesmo para o 011 1406!

Mudando de assunto...

A Record tem, de fato, uma programação muito boa. Mas a novela dos mutantes é ridícula. Perdoem quem goste, mas aqui no Rio Grande do Sul, a Record ainda tem muito chão pra se firmar como segunda colocada nesse horário. A Globo alcança em todas as suas novelas a meta estabelecida e o SBT permanece como segundo. Porque não vamos à essência da coisa e ver quanto de ibope todas as emissoras medem em todo território e não apenas em São Paulo?