Ainda #Carrossel?

01/08/2013

 Foto: Lourival Ribeiro/SBT
Foto: Lourival Ribeiro/SBT

Quem diria que a turminha da professora Helena ganharia uma reprise pouco após a exibição do último capítulo? Não sei de quem foi a ideia, mas foi de alguém bem burro! Já não basta tantos produtos licenciados, tantos projetos... A reprise da novela mostra que o SBT adora inventar coisa. "Rebelde" já está sendo anunciada, devia ficar por aí. A novela mexicana por si só vai bagunçar a grade que há tempos andava estabilizada, pois vai precisar encontrar seu cantinho. Estamos vendo um SBT que estava feliz com o ibope, mas que resolveu voltar a tomar decisões equivocadas. Assim vai ser difícil manter o público conquistado!

Pior que isso é pensar que a reprise de "Carrossel" demonstra que a emissora não confia no potencial de "Chiquititas". Uma pena. "Chiquititas" e "Rebelde" segurariam muito bem a peteca. Se fosse pra reprisar a versão antiga (sim, eu sei que esse comentário é ridículo, mas ainda assim seria melhor) eu concordaria. Lembro de uma reprise de "Carrossel" ao meio-dia. Eu assistia antes de ir pra escola. Era tão bom assistir as aulas da professora Helena antes de ir para a verdadeira escola. E seria tão bom presenciar esse resgate, esse sentimento.

Depois que eu reclamei do número de novelas em exibição no SBT, vamos ser sinceros e concordar: é necessário alguém que entenda de novelas pra organizar essa grade do SBT. As decisões são tomadas isoladamente, não levam em consideração o todo. Qualquer fã de novela mexicana, tendo em mãos a lista de produções que o SBT tem a disposição, tem capacidade de organizar a exibição das novelas do canal do tio Sílvio.

E eu ainda tinha ficado surpreso com a volta de Marimar pouco mais de um ano do término de sua última exibição. "No SBT tudo pode acontecer". Tá aí um ótimo slogan para os 32 anos!

Mudando de assunto: Acabei de presenciar um piti no twitter do Walcyr Carrasco dizendo que não poderia assistir a novela "Amor à vida" porque a TV a cabo dele está sem sinal. Até concordo, realmente seria muito chato um autor de novelas não assistir a própria novela, mas hoje em dia é possível ir na casa de um amigo, ir no bar da esquina, assistir pela internet, pelo celular/tablet fazer download no outro dia. Ou quem sabe ligar mexer na antena, colocar palha de aço na ponta. Tem como resolver!