Autismo: Um tema pertinente #AmorÀVida

03/06/2013

Foto: TV Globo/Divulgação
Foto: TV Globo/Divulgação

"Amor à vida" está aí, repercute positivamente e tem índices superiores a novela anterior, "Salve Jorge". A trama de Walcyr Carrasco caiu no gosto popular logo de cara. Em um ritmo alucinante, muitos personagens foram apresentados, mas só o núcleo principal e alguns poucos paralelos aprofundados. Só uma ressalva: se não fosse o feriado prolongado dessa segunda semana de novela, a audiência parcial estaria maior. Mas não é de números que vamos falar. Quero fazer uma menção a um tema muito importante que será abordado nos próximos meses: o autismo.

Caracterizado como uma disfunção global do funcionamento, o autismo é um transtorno complexo, que tem se apresentado como um desafio a pais, educadores, psicólogos, fonoaudiólogos, terapeutas ocupacionais e médicos. São diversos os sintomas que caracterizam o comportamento do autista, como a não percepção do mundo externo, resistência em mudanças de rotina, dificuldade de contato visual com o outro, forte apego a objetos e a não demonstração de reações diante de situações de perigo, por exemplo. Focado em seu mundo, o portador de autismo vive sua subjetividade de uma forma diferente. É importante lembrar também que há diferentes graus de autismos.

Tal qual Glória Perez em "Caminho das Índias", que fez uma analogia entre a loucura e os intocáveis através do personagem Tarso (Bruno Gagliasso), Walcyr Carrasco traz a personagem Linda (Bruna Linzmeyer) para discutir o tema. Da mesma forma como Glória Perez tratou de sintomatologias relacionadas a esquizofrenia, Walcyr Carrasco deve abordar o tema a partir de uma síntese, focando as situações vivenciadas por Linda e seus familiares a partir de um recorte de sintomas.

Não é função de "Amor à vida" mostrar o autismo como se fosse um artigo científico. A novela pretende discutir e evidenciar tanto limitações quanto possibilidades na vida de um autista, bem como a sua integração na família. Um tema complexo que merece o destaque e os cumprimentos ao autor Walcyr Carrasco pela coragem.

Mudando de assunto: Acho pertinente a série que o "Fantástico" tem apresentado nos últimos domingos. O "Vamos fazer bonito", com Glória Kalill, mostra alguns problemas que os turistas podem enfrentar ao chegar em nosso país. E a situação anda meio precária... Transporte, hospedagem, restaurantes... Será que nosso país está preparado para sediar tantos eventos como a Jornada Mundial da Juventude, Copa das Confederações, Copa do Mundo e as Olimpíadas?