De grão em grão...

22/10/2007

Fonte: Reprodução
Fonte: Reprodução

Vamos falar do que primeiro? Da maratona da solidariedade do SBT, o Teleton, ou do blog...? Bem, o ditado "de grão em grão a galinha enche o papo" é certo! A cada ano que passa, me surpreendo com a quantidade de doações que o Teleton recebe. A AACD já tem uma sede em Porto Alegre e com a meta atingida pelo programa, mais uma unidade será construída. A programação especial para o evento acontece no SBT, com a presença de artistas de outras emissoras. A Record, que até então não havia liberado ninguém, enviou Eliana. Já a Globo, que ano passado foi representada pela atriz Mara Manzan, não participou.

Esse ano, o programa não apresentou games entre artistas com intenção de arrecadar dinheiro para o Teleton (nem só artistas, nunca vou esquecer do então governador do Rio Grande do Sul, Olívio Dutra, no "Show do milhão" dizendo que nasceu em "Bossoroca", o Sílvio Santos entendeu "Possoroca" e grelou os olhos quando o político disse "bueno"). Mesmo assim, recebeu boas doações, entre elas 750 mil do Carrefour e 2 milhões da Gol (a propósito, já terminaram as investigações do acidente do ano passado?). Como eu estava fazendo uma pesquisa para a faculdade, assisti até a performance do tio Sílvio com a Daniela Mercury ao som do Daniel. Ah, e a dança do Siri (imitada pelas crianças no Faustão semana passada e que foi proibida de ir ao ar). Hilárias!

O importante é que o Teleton contribui mais uma vez com as ações da AACD e foi com cada colaboração de cinco reais que atingimos a meta. Uma causa nobre!

Mudando de assunto...

A Band está crescendo!!! É verdade! As audiências dos programas "Márcia", "Brasil Urgente", "Jornal da Band", da nostálgica "Família Dinossauros" e da novela protagonizada por Juliana Baroni, "Dance dance dance" estão ótimas, acima do padrão da emissora. E agora, uma reprise de "Floribella" pode ampliar esses números - talvez uma de suas armas para isso seja divulgar que foi essa a primeira novela de Gustavo Leão, nacionalmente conhecido como o Mateus de "Paraíso tropical".