Década de 1990 - Quero (re)ver

02/11/2020

Fonte: Reprodução
Fonte: Reprodução

Dando continuidade às novelas que quero (re)ver, chegamos na década de 1990. Trata-se da década da minha infância e, por isso, com maior valor afetivo. Foi difícil escolher cinco tramas que eu gostaria de ver ou rever, mas vamos lá - lembrando que as escolhas são pessoais e não estão relacionadas à audiência ou repercussão, mas sim na curiosidade em relação à trama e à possibilidade de acesso.

- Renascer (1993) - Trama rural de Benedito Ruy Barbosa que traz Antônio Fagundes no papel de Zé Inocêncio. O autor fez questão da presença do ator no elenco, contando sobre o personagem durante um jantar e caindo em lágrimas ao relevar como seria a cena final do personagem. Tenho muita vontade de ver Fernanda Montenegro vivendo a personagem Jacutinga, a dona de um bordel e que foi, inclusive, citada em "Pantanal" (1990). É verdade! Muita gente diz que a trama é arrastada, mas confesso que por "Renascer", não me importaria.

Assisti ao primeiro capítulo em sua exibição no Vivia e cenas aleatórias. Probabilidade de assistir: alta, já que é uma das novelas anunciadas para integrarem o catálogo do Globoplay.

- As Pupilas do Senhor Reitor (1994) - Uma novela que marcou a minha infância e que traz a simplicidade da vida numa aldeia portuguesa no século XIX. Eu tinha sete anos e lembro que assisti todinha! Há belas cenas em Portugal, Joana Fomm inspirada vivendo a personagem Eugênia Carlota e uma belíssima cena de Lucinha Lins cantando fado. Fui um dos poucos espectadores da famigerada reprise de 2006, quando o SBT tirou a novela sem prévio-aviso. Quando a novela foi exibida em 2007, tive dificuldades em acompanhar.

Assisti, mas preciso rever. Probabilidade de assistir: média, já que é possível encontrar capítulos no youtube.

- A próxima vítima (1995) - Novela de Sílvio de Abreu que pude acompanhar em 1995 e em sua reprise cinco anos depois. Volta e meia me pego revendo no youtube a cena da revelação. O último capítulo foi uma verdadeira comoção - quem viveu, viu! É possível encontrar no youtube a reportagem exibida pelo Jornal Nacional minutos antes da exibição do último capítulo. Personagens inesquecíveis e sequências policiais bem dirigidas. Eu tinha a fita K7!

Assisti e quero rever. Probabilidade de assistir: alta, já que é uma das novelas anunciadas para integrarem o catálogo do Globoplay. Espero que sua chegada no Globoplay também apresente o capítulo com o desfecho alternativo.

- Cara & coroa (1995) - Novela praiana de Antônio Calmon que trazia Christiane Torloni no papel das sósias Fernanda e Vivi. Um carinho por essa novela que deveria ter mais registros em vídeo na internet. É também conhecida também como a novela em que rifaram a personagem de Maitê Proença num penhasco. O destaque fica para a trilha sonora internacional, com vários sucessos de FM da época. E também a bela abertura com Susana Werner nadando no mar por entre espelhos.

Assisti e quero rever. Probabilidade de assistir: baixa, já que depende de sua exibição no Viva ou Globoplay.

- Salsa & merengue (1996) - A primeira novela de Miguel Falabella e Maria Carmem Barbosa trouxe Marcos Palmeira, Patrícia França, Marcelo Antony e Débora Bloch como protagonistas. A curiosidade em conhecer os primeiros nonsenses do universo de Miguel Falabella numa novela é muito grande. Destaque para a abertura com Ricky Martin e para a trilha internacional, com direito a Shakira (Dónde estás corazón) e Laura Pausini (Incancellabile).

Eu não assisti. Probabilidade de assistir: baixa, já que depende de sua exibição no Viva ou Globoplay.

Lucas Andrade é natural do interior do Rio Grande do Sul e reside atualmente em Santa Catarina. Escreve sobre televisão desde o Ensino Médio no #BlogCascudeando. Formado em Psicologia e com Mestrado em Educação, atua na área e está cursando Letras-Português. Ainda pretende ganhar o Nobel de Literatura e um Oscar.