Destacando e cascudeando

17/04/2006

Fonte: Reprodução
Fonte: Reprodução

DESTACANDO

Charme: As reportagens do Bike Repórter do "Charme", Juliano Ceglia. O cara busca assuntos interessantes e sabe se expressar. Isso é muito importante!

Companhia de Viagem: Ótima produção independente que a Band apresenta todo sábado! Um passeio pela Alemanha (a partir de agora, o assunto é Copa) foi destaque no último programas. E depois dizem que na Band não tem o que assistir... Vá dormir mais tarde no sábado e pára de reclamar! Ah, vai sair no sábado? Então não posso fazer nada!

Minha nada mole vida: Apesar de não gostar muito pouco do Luís Fernando Guimarães, confesso que o programa da Globo pode vingar. É uma descontração para sexta à noite. Apesar do texto da Fernanda Young (mesma roteirista de "Os Normais"), o programa não deve repetir o sucesso das situações de Ruy e Vani. Por outro lado, é superior ao "Carga Pesada" e o "Sexo Frágil".

Sinhá Moça: Destaque para a interpretação de Danton Melo (Rodolfo). Sou muito rigoroso quando se trata da interpretação dos protagonistas. Vocês devem perceber isso quando leem meus "Balanços gerais". Mas não podia deixar de destacar a segurança do irmão de Selton Melo.

Supernanny: Sem dúvida nenhuma, o reality show merece um grande destaque. Finalmente, o SBT investe num programa com conteúdo! Espera-se, pelo menos, que a atração esteja presente na grade de domingo porque no sábado, concorrendo com "Cidadão brasileiro" da Record, sei não!

CASCUDEANDO

Carolina Dieckmann: A atriz está muito estranha na novela "Cobras & Lagartos"! Sei lá...

A novela das 21h: Haja paciência pra assistir à "Belíssima". A novela simplesmente não anda. Se me perguntarem quem são o melhor ator e a melhor atriz na minha opinião, digo sem pensar: Tony Ramos e Glória Pires. Mas o par romântico da novela das 21h não tem química!

"Sinhá Moça": Prestem atenção no final da abertura de Sinhá Moça. Quando o escravo pula, livrando suas mãos das correntes, observa-se que as sombras da Sinhá Moça (Débora Falabella) e do Rodolfo beijam-se antes que eles mesmos, presentes na cena, beijem-se.

Se é pra cascudear, tá cascudeado!