É "A teia", p%$#!

17/02/2014

Fonte: Reprodução
Fonte: Reprodução

P%$#, passados três episódios, p%$#, chega a hora de falar, p%$#, da nova aposta da Globo, p%$#! A série "A teia", protagonizada por João Miguel, p%$#, Paulo Vilhena, p%$#, e Andreia Horta, mostra que a Globo, p%$#, quer realmente evoluir no quesito seriado.

A aposta, p%$#, um drama policial que ainda não mostrou exatamente, p%$#, a caçada de Jorge (João Miguel), p%$#. O policial, p%$#, investiga um crime no aeroporto de Brasília, p%$#, que tem diversas ligações com outros crimes, p%$#, e só aos poucos, p%$#, tudo vai se esclarecendo, p%$#!

Enquanto isso, p%$#, você acompanha Marco (Paulo Vilhena), p%$#, vivendo um romance com Celeste (Andreia Horta), p%$#. Eles estão fugindo do Brasil, p%$#. Visivelmente envolvidos no crime, p%$#, até agora não vimos, p%$#, a perseguição que parecia ser o cerne da série, p%$#. Por enquanto, p%$#, só investigações, p%$#.

E muita p%$#, p%$#! P%$# demais, p%$#! Além de ter aquela câmera nervosa, p%$#, não dá pra aguentar, p%$#, tanta gente falando p%$#, p%$#. Fala sério, p%$#! Precisa de tanta p%$#? Tudo bem que a série é policial, que tem um roteiro ótimo, atuações interessantes e um visual bem bacana. Mas não dava pra diminuir um pouco essa p%$#? Parece "O lobo de Wall Street" com f%$# em quase todas as frases. Acho que não precisa disso! É possível escrever um bom texto sem que os ouvidos do público se encham de p%$#!

Mudando de assunto: Começaram as divulgações do "The noite", programa do Danilo Gentilli no SBT. Logo deve começar também as chamadas da atração do Otávio Mesquita. É muito bom ver que o SBT se empenha em fazer boas atrações, em especial no final da noite e início da madrugada. Já passava da hora de investir, criar, mudar. Mas temos ainda um problema: o horário vespertino. Gente, depois do "Bom dia & cia", o primeiro programa produzido peloo SBT é o "SBT Brasil". Não há nada além de enlatados!