Fim de ano na Globo

11/12/2006

Foto: Willian Andrade/TV Globo
Foto: Willian Andrade/TV Globo

A Globo apresentará quatro pilotos na esperança que algum vingue e entre na grade fixa da programação. Esse ano, "Dom", "Lu", "Os amadores" e "Papai Noel existe" serão as cobaias. Nesse estilo, só sobrevivem apenas "A diarista" e "Sob nova direção". Algumas séries esquecidas como "Carol e Bernardo", "Correndo atrás" e "Programa novo" não conquistaram horário fixo. Em contra-partida, essas séries diferem de "Carga pesada", "Minha nada mole vida", "Os aspones" e "Sexo frágil", pois estas últimas são exibidas pela emissora em temporadas de até doze episódios que, assim, preenchem a lacuna do sucesso "Os normais".

Notas rápidas...

- Ana Paula Padrão prepara um programa com grandes reportagens, o "SBT Realidade", uma espécie de "SBT Repórter", mas com matérias inéditas que não fazem parte do "Made in USA".

- Em "Malhação", um programa de fofoca estilo "De olho nas estrelas" da Band foi incorporado para realização de mais uma traminha idiota. A "novela" surpreende a cada ano, mantendo os mesmos diálogos bobos sem conteúdo. Além do mais, entra ano e sai ano, a trama principal sempre fala de um processo que o mocinho sofre. Verdadeira falta de criatividade.

- Felipe Camargo e São José (a atriz, não o santo) fizeram um barraco muito bom em "Paixões Proibidas" na última segunda. Os atores mostraram que sabem fazer muito mais que sexo, digo, cenas de sexo.

- Um abaixo-assinado foi entregue ao SBT e "Rebelde" permanece no ar até o final do ano, quando será substituída por "Amor e ódio". Além disso, a emissora ainda não tem data definida para as estreias das mexicanas "Código postal", "Jogo da vida" e "Mundo de feras", cujos direitos já foram adquiridos. Além disso, a emissora detém também os direitos sobre "Dona Beija", da TV Manchete.

Se é pra cascudear, tá cascudeado!