Gaivota que voa longe

09/04/2007

Fonte: Reprodução
Fonte: Reprodução

- Seguinte, muchachos... Vamos destilar o amor. Gaivota, que voa longe, voa tão alto... A novela é uma mexicana tipicamente colombiana espanholada. Apesar da boa trama, os cenários e a imagem da novela exibida pelo SBT não são os melhores. Uma pena... Aliás, vocês já notaram que qualquer novela da emissora (principalmente as mexicanas) parecem ter um efeito avermelhado? Talvez as câmeras da Televisa sejam como o filme Fugi, com uma quarta camada de cor. Quarta, quinta, sexta, sétima... A imagem é mais vermelha que a do filme "Planeta vermelho"!

- O que falar então de "Maria Esperança"? De novo o SBT com seus remakes de sucessos, cujo sucesso não é alcançado. "Esmeralda", "Os ricos também choram", "Cristal"... Dizem que até "Carrossel" está pra estrear no lugar de "O diário de Daniela". Verdade ou não, com certeza um remake brasileiro será menos pior que o remake mexicano "Viva às crianças!", caso seja produzido. Sem contar, ainda, que "Destilando amor", pra quem não percebeu, é "Café com aroma de mulher".

- E pra piorar ainda mais a situação dos remakes da casa, temos o "Viva a noite", apresentado pela Gil. Além deste clássico remodelado, temos "Namoro na TV e este texto continua", "Casos de família", "Curtindo com reais", "Primeiro Campeonato Brasileiro de Dança" e este texto realmente continua. Todos os programas do SBT estão desgastados. Ideias recicladas em todos os horários. Até o Chaves ganhou um remake esse ano. Em desenho, mas ganhou!

Siga este link para "Gaivota que voa longe (Parte 2)".

Se é pra cascudear, tá cascudeado!