Hoje sou bem parcial #SangueBom

29/04/2013

Fonte: Reprodução
Fonte: Reprodução

Esperei o fim do capítulo da nova novela das sete para falar bem sobre o trabalho de Maria Adelaide Amaral e Vincent Villari. Com a consciência bem tranquila, não tenho medo de gritar para os quatro ventos que me diverti e me encantei com o texto perfeito dos autores, as cenas bem dirigidas, a trilha sonora bem executada e principalmente as boas tiradas. Até a mania de enaltecer a nova classe C surgiu no meio do texto de Bárbara Ellen (Giulia Gam), uma das melhores personagens até o momento.

O núcleo jovem que vai encabeçar a nova aposta das sete da Globo não compromete. Acredito que desenvolverão cada vez mais ao logo dos próximos meses. O ritmo da narrativa foi rápido. Não dá pra sair de perto da TV, senão a gente já sente saudade do clima e perde alguma coisa. A novela foi feita pra pegar, essa é a verdade. Feita pra contar uma boa história e pra divertir, vide Marisa Orth. Nem sei o nome dela, mas me fez soltar uma risada que há anos não se fazia natural ao assistir uma novela.

Tudo bem que não sei o nome de 70% do elenco, que por sinal é grande. Mas a história está no começo e eu confio muito na Maria Adelaide Amaral e no Vincent Villari. Não tenho dúvidas que cada personagem vai ser bem aproveitado no momento certo e circular pelos diversos núcleos. Tem muita história por aí e vale a pena ficar de olho na novela. A nova novela das sete está apenas começando.

Mudando de assunto: Se na Globo temos novela nova, no Viva há ótimas opções para os saudosistas! Quem aí tá acompanhando "Rainha da Sucata" e "Felicidade"? Sempre que posso, estou assistindo a estes clássicos dos anos 1990. Desta trinca, só "Renascer" está fora do meu radar por enquanto, senão eu fico completamente envolvido nas reprises.

Lucas Andrade é natural do interior do Rio Grande do Sul e reside atualmente em Santa Catarina. Escreve sobre televisão desde o Ensino Médio no #BlogCascudeando. Formado em Psicologia e com Mestrado em Educação, atua na área e está cursando Letras-Português. Ainda pretende ganhar o Nobel de Literatura e um Oscar.