Novela em terras lusitanas

06/07/2008

Fonte: Reprodução
Fonte: Reprodução

Eu estava analisando meus arquivos em mp3 no computador quando me dei conta que no CD nacional da novela "Como uma onda" me faltava a música nove. Tratava-se de "Vira virou", da Banda Crase, que foi o tema de Daniel (Ricardo Pereira). Analisei diversos blogs de downloads procurando este grão de areia no meio do oceano. Nada. Foi então que recorri ao meu amigo orkut e deixei o pedido de tal faixa numa comunidade. Em menos de uma semana, uma amiga lusitana me enviou um e-mail com o link com o que eu buscava.

Bem, depois dessa breve introdução, chegamos a Portugal, ou melhor, às novelas brasileiras em terras lusitanas. Nesta semana, a SIC (Sociedade Independente de Comunicação) renovou o contrato com a Globo por mais quatro anos para continuar exibindo telenovelas produzidas aqui. A parceria é antiga. Desde 1994, as telenovelas são transmitas nos dois países quase que simultaneamente.

Nossos irmãos de língua têm verdadeira adoração por folhetins brasileiros. E esta é marcada tanto pela polêmica, como na época em que a novela "A viagem" foi exibida e desencadeou uma campanha na qual acusavam a trama em "estimular o suicídio", quanto pelo sucesso, no caso de "Desejo proibido", que consagrou Walther Negrão nas terras além-mar e fez com que a SIC reprisasse "Como uma onda".

Já a TVI, que foi a responsável por "Olhos d'água" e "Morangos com açúcar", exibidas aqui pela Band, também já comprou algumas de nossas novelas, como "Estrela de fogo", "Pérola negra" e "Serras azuis". Ou seja, seja da Globo ou das demais emissoras, os portugueses sabem tudo o que acontece aqui no nosso país. Mais ou menos como a Dona Guará (Jandira Martini), de "Desejo proibido", sabia de tudo o que rolava em Passaperto. Aliás, é este o pseudônimo da minha amiga portuguesa que me enviou a música da novela brasileira! Muito obrigado!

Mudando de assunto...

Enquanto a Globo aposta em séries nacionais (sexta-feira estreou "Guerra e paz" no plimplim), deixando produtos importados para as férias ("24 Horas" e "Lost", por exemplo), SBT apostou em duas estreias e uma reestreia nessa semana. Trata-se de "Grey's anatomy", uma "novela americana" de acordo com o tio Sílvio, e "Ugly Betty", versão em série de "Betty, a feia". Além disso, Chapolin volta com tudo (com direito a episódios perdidos que alimentam a imaginação dos fãs sobre o porquê de a emissora não ter exibido estes). Ah, e a Record estreia "Mulher biônica" no momento em que a série é cancelada nos EUA.