Novelas... Novelas...

30/06/2008

Fonte: Reprodução
Fonte: Reprodução

Concordo que são muitas as tramas apresentadas na televisão. Contado com reprises e novelas inéditas, devemos ter atualmente mais de mil personagens espalhados pelos canais de TV. E quem é noveleiro de verdade migra da Record pra Globo a cada intervalo no horário nobre, lê o resumo de sábado no jornal e ainda tem tempo de acessar o meu blog!

Semana passada, surgiu a notícia de que a Globo pretende trabalhar com temática nos três horários. Imaginem só: na próxima trama das seis, vamos à China. Na das sete, Bali. Na das oito, Índia. O Oriente estará com tudo!

Outro fato é a Record estar interessada numa parceria com a Televisa. Com tanta gente querendo trabalhar, importar texto mexicano é uma prática que deveríamos deixar de lado, principalmente se considerarmos o avanço da emissora na área. A regressão da Record poderia ser o passo que a Band precisa pra levar adiante o setor e esquecer o fiasco que tem sido a audiência de "Água na boca".

E pra terminar, apenas alguns dados pros fanáticos: surgem diversos boatos de que o SBT quer reprisar "A história de Ana Raio e Zé Trovão". Mas ao que parece, será "Revelação" a substituta de "Pantanal". A emissora teria ainda interesse num remake "Minha doce namorada", de Vicente Sesso, de "Dona Beija", e em sinopses de Letícia Dornelles e Solange Castro Neves. Com exceção da primeira notícia, que é a novidade da semana, as outras três correm como boatos há algum tempo. E falando em boatos, dizem que "Sassaricando" entraria em cartaz no "Vale a pena ver de novo...". Será que a Globo percebeu que novelas antigas fazem barulho?

Mudando de assunto...

Novamente o SBT teria sondado Datena para apresentar um programa policial no horário das seis da tarde. Idiotice! A emissora já deve ter percebido (espero que tenha aberto os olhos) que o canal não conquista público com esse tipo de programa. O "Aqui agora" foi abortado antes de completar nove meses. Ainda sobre o SBT, a tática de ressuscitar os mortos continua. Agora é o "Programa livre" que poderia retornar. Outra idiotice! Na época de Babi, o programa não teve o mesmo dinamismo que conquistou com Serginho Groisman. Seria burrice continuar apostando em novos programas com nomes antigos.