O café das cinco e a novela

24/09/2007

Fonte: Reprodução
Fonte: Reprodução

Com a crise que o SBT sofre nos últimos tempos, alguns fenômenos podem ser observados na sua grade de programação - além das trocentas mudanças de horário sem prévio aviso. Inicio, primeiramente, falando sobre a sitcom "Câmera café", um programete que é apresentado no horário nobre da emissora, durante os intervalos, e que, devido sua audiência (quase triplicou desde o início de suas chamadas), passou a ser vinculado até a meia-noite. Tudo gira em torno de uma máquina de café, onde os funcionários de uma empresa qualquer fazem fofocas e conversam fiado - coisa básica, acontece em qualquer lugar do mundo (na faculdade idem)!

E para o amigo leitor que, com certeza espera que eu fale de "la usurpadora", falarei. Trata-se, agora, do segundo fenômeno que observei no SBT: depois de ressuscitar matérias no "SBT Repórter", mais desenhos que ninguém assiste e mais o "Viva a noite" (fora o "Fantasia" que deve estar de volta em breve), a quarta exibição das gêmeas Paulina e Paola (Gabriela Spanic) chama a atenção. A ressurreição da novela de Inês Rodena dobrou a audiência da faixa anteriormente ocupada por "Mundo de feras" e é considerada por muitos o novo Chaves.

E realmente, é impossível não se render à trama, que contém todos os elementos originais do folhetim (sendo a mocinha pura e a vilã má essenciais). Como deixar passar em branco a trajetória de Paulina até seu final feliz ao lado de Carlos Daniel (Fernando Colunga)? Não tem como! E por conta disso, o sonho do tio Sílvio é ver a novela entre os cinco programas mais assistidos do SBT.

Todos os dias, cinco da tarde, é a hora de sentar-se em frente à TV para apreciar uma história bem arquitetada e que, daqui a dois anos, provavelmente será reprisada para a nossa felicidade!

Mudando de assunto...

Algumas mudanças na Globo chamam a atenção. Com a segunda gravidez de Angélica, Fernanda Lima volta a substituí-la no "Vídeo game", dessa vez com um visual bem melhor que aquele cabelo estilo "a usurpadora" que ela usava, vocês lembram? E no "Estrelas", será Ana Furtado que substituirá a mãe de Joaquim. Ainda sobre a Globo, uma outra mudança, especulada desde o ano passado, é a substituição do "Linha direta" pelo "Profissão repórter". De acordo com alguns diretores da emissora, o programa investigativo decaiu em qualidade. Ah, e sexta estreou na Globo a segunda temporada de amigas e rivais, quero dizer, "Antônia". A série conta a história de quatro jovens da periferia que buscam o sucesso com a música.