O que é novela?

29/11/2005

Foto: João Miguel Júnior/TV Globo
Foto: João Miguel Júnior/TV Globo
O que é novela? Sílvio de Abreu, autor da novela "Belíssima" (2005), define novela como o principal produto brasileiro de entretenimento. Porém, vale lembrar que não se trata de um produto, e sim de uma história sequenciada em capítulos que surge a partir das histórias de folhetim. No meu ponto de vista, pode se dividir novelas em quatro categorias:

- Folhetim: Baseada numa espinha dorsal previamente estudada para a criação das tramas paralelas. Um exemplo? "Senhora do Destino" (2004), cuja trama principal era o sequestro de um bebê. A partir disso, formou-se toda a história da novela.

- Novelão: Modelo ainda adotado no México, na qual mocinhos e mocinhas lutam contra tudo e contra todos para serem felizes. Mais um exemplo? O Clone (2001) foi, pela própria autora, denominado novelão.

- Sátira: Criada para atacar ideologias e/ou situações políticas, como em "O bem-amado" (1978, acho), cuja ironia estava na inauguração de um cemitério no Nordeste, lugar onde ninguém morria (é no Nordeste a maior taxa de mortalidade do país!).

- Época: Gênero que consagrou o horário das 18h na década de 1980 e que, a partir de "Força de um desejo" (1999), mostra como novelas de época podem prender o telespectador e, até mesmo, balançar com a hegemonia da TV Globo, como aconteceu em "Éramos seis" (SBT, 1994) e recentemente em "A escrava Isaura" (Record, 2004).

Agora, como categorizar as atuais novelas "Alma gêmea", "Bang bang", "Belíssima", "Floribella", "Prova de amor" e"Os ricos também choram"?

P.S.1. Mal "Belíssima" começou, a Valdete (Leona Cavalli) já foi assassinada e Bia Falcão (Fernanda Montenegro) mostra suas garras, lembrando a vilã Odete Roitmann (Beatriz Segall) de "Vale tudo" (1988);

P.S.2. Boa jogada do SBT reprisar "Canavial de paixões" enquanto a emissora carioca exibe uma trama de época emhorário impróprio. Mas, se fosse reprise de alguma importada da Televisa, o resultado seria melhor.

Se é pra cascudear, tá cascudeado!