O que falar sobre "Páginas da vida"?

12/08/2006

Fonte: Reprodução
Fonte: Reprodução

O que falar sobre "Páginas da vida"? Uma trama bem desenvolvida, onde a personagem principal é Regina Duarte ("História de amor" e "Por amor"), a abertura assemelha-se com "Laços de família", o logotipo lembra "Presença de Anita" e os diálogos lembram "Mulheres apaixonadas". Além dessa seleta, três mortes de uma vez só numa primeira fase de novela foi demais. Pra começar, ele viuvou o Tarcísio Meira antes da hora, matou a jovem Nanda (Fernanda Vasconcelos) e  agora, pretende matar a pequena Gisela (Carolina Oliveira) com uma meningite. Tudo bem que não podem envelhecer a guria cinco anos (a primeira fase se passa em 2001), mas também não precisava pôr essa tragédia no horário nobre! Imaginem, pensem um pouco comigo que situação horrível para a mãe Ana (Deborah Evelyn, irmã gêmea da Beatriz de "Celebridade" - chata que nem ela) e para o pai Miro (reencarnação do doutor Eduardo de "Alma Gêmea" - panaca que nem ele).

Memória da TV: "O sexo dos anjos"

- Entre setembro de 1989 e março de 1990, no horário das 18h, a novela "O sexo dos anjos" estava sendo exibida. A trama de Ivani Ribeiro contava a história do emissário Adriano (Felipe Camargo) que vinha à Terra para buscar a jovem Isabela (Isabela Garcia) a pedido do Anjo da Morte (Bia Seild). Então, Adriano apaixona-se por Isabela e pede ao Anjo da Morte que, ao invés de levar Isabela, leva a irmã dela, Ruth (Silvia Buarque), uma mulher temperamental. O Anjo da Morte concorda, desde que Isabela cometa apenas dois pecados. Ao cometer o terceiro, deverá morrer. A proposta era um remake da novela "O terceiro pecado", que Ivani escreveu em 1968 para a TV Excelsior.

Se é pra cascudear, tá cascudeado!