Quem aí assiste #DonaXepa?

12/02/2015

Logotipo da emissora de TV
Logotipo da emissora de TV

Eu me pergunto como uma emissora como a Record conseguiu perder público do jeito que perdeu. Penso nisso, mas permaneço sem respostas. Eu lembro quando eu ainda estava no Ensino Médio, numa época em que, pasmem, não era possível sintonizar a Record na TV aberta da minha cidade. E eu sem uma antena parabólica (nem mesmo daquelas Century que o Lima Duarte ostentava na propaganda), já que a minha havia pifado num temporal. Então quando eu lia no segundo caderno do jornal as notícias sobre a Record (naquele tempo internet também era ostentação!) ficava impressionado com a emissora, que parecia estar pertíssimo da Globo.

A minha vontade era de assistir aquelas novelas: "A escrava Isaura", "Essas mulheres", "Prova de amor", "Cidadão brasileiro". Eu queria saber sobre aquela maravilha toda que diziam ser "O melhor do Brasil" com o Márcio Garcia, o "Tudo a ver", o "Hoje em dia", o "Domingo espetacular", "Show do Tom" e vários outros bem quistos pelo público.

Quando eu finalmente tive acesso à Record (nem lembro quando, resolveram sintonizar o canal em 2010 eu acho e pouco tempo depois adquiri uma Century sqn), olhei e não curti muito. Os programas já não eram os mesmos, as novelas idem. E pelo jeito, o público começou a descurtir. E a audiência foi caindo e vieram todas as tentativas possíveis de salvação da lavoura. Mas nada fez efeito e a emissora virou isso: zilhões de reclamações, problemas administrativos, decisões equivocadas, tentativas frustradas de recuperar a audiência perdida.

Na busca por melhores condições de vida, a Record faz barulho com a possível contratação de Xuxa, as novelas "Os dez mandamento", "Escrava mãe" e "A terra prometida", além da promessa de uma nova produção baseada na obra de Janete Clair, produções seriadas como "Na mira do crime", "Conselho tutelar", o reality show "Cake boss" e a recauchutagem de alguns programas. A proposta até que é boa e tem como dar certo se houver o mínimo de planejamento. Mas depois que ouvi rumores que até o novo programa do Marcelo Rezende pode ter subido pelo telhado por causa da nave Xuxa, é possível que a emissora permaneça nessa de fazer muita fumaça pra nada. E daí quem é que vai assistir "Dona Xepa" (ou qualquer outro programa)?