Releituras - #OClone

05/09/2011

Fonte: Reprodução
Fonte: Reprodução

Entrando em sua última semana no "Vale a pena ver de novo", segue uma pequena homenagem do nosso blog à maravilhosa reprise de "O clone"!!!

Diogo, meu filho! (Dalva, encontrando Lucas ou Léo)

Maktub! (Jade, sobre o destino)

Já estava escrito! (Lucas, traduzindo árabe)

Alláh te proteja de ti! (Zoraide, pedindo proteção para Jade)

Sinta-se em casa, Maysa! (Leônidas, após o casamento do filho)

Eu não posso nem trocar um sofá de lugar porque o Diogo sentou no sofá... Porque tudo lembra o Diogo... (Maysa, tendo uma crise de histeria)

Você pode fazer qualquer coisa, minha filha, só não pode encostar em nada do que foi do Diogo! (Dalva, tentando fazer o meio de campo)

Aqui em casa ninguém me entende! (Mel, sobre sua vida sem cor)

Então vamos sair daqui... Tô louca pra dar um teco! (Regininha, a amiga de Mel)

Eu também tô louco pra dar um teco! (Qualquer telespectador sensato, minutos antes de viajar do Brasil para o Marrocos durante a exibição do capítulo)

Ela deu um teco antes de mesclar clonagem, mundo islâmico e o universo das drogas! (críticos de televisão, com inveja do talento de Glória Perez para escrever)

Pena que ela nunca mais me chamou pra colaborar! (Leila Míccolis, sobre a excentricidade de Glória Perez em escrever de pé e na cozinha)

Ela ficou traumatizada comigo! (Aguinaldo Silva, sobre "Partido Alto")

Tio Ali está na sala contando as histórias do Profeta! (Zoraide, convidando todas as empregadas do tio Ali a fazer greve)

Eu fiz um clone! (Albieri, num dos momentos mais toscos da TV)

Eu vou destruí-lo! (Albieri, fazendo doce na frente do clone)

Lá na minha terra, criança sem pai é filho do Boto... (Dona Mocinha, contando histórias folclóricas)

Vocês querem que eu morra seca! Pois que Alláh diminua seus dias! No dia do juízo, Ele vai fazer você queimar todinho como um churrasquinho e vai fazer outra pele nascer no lugar da queimada e vai queimar ela todinha de novo e eu vou assistir tudo comendo minhas uvas, deitada nas almofadas douradas e rindo da cara de vocês! (Nazira, jogando praga em todos que dificultam o seu casamento com Edvaldo)

Eu me sacrifiquei como um carneiro pra vocês pisarem em cima de mim como se eu fosse um tapetinho? Que sorte triste a minha! Vocês podem se casar com quantas odaliscas quiserem... Agora, Nazira não pode porque é Haraam! Tudo pra Nazira é Haraam! Mas vocês precisam da escrava Nazira! (Nazira, em uma de suas crises existenciais)

Eu não criei dois irmãos, eu criei dois frouxos que não sabem lidar com essas espetaculosas que vocês colocaram sob o teto! (Nazira, ainda em crise)

Os brasileiros ficam loucos quando vêem Nazira! O Miro é louco por mim! E vocês estão espantando ele como espantaram o Edvaldo! (Nazira, sobre seus pretendentes)

Edvaldo, que nome horrível! (Albieri, pensando rápido noutra possibilidade para nome do clone)

O menino disse que vai ir pro deserto, nesse tal de estrangeiro! (Dona Mocinha, com medo que Léo fuja novamente)

Ficam falando que meu filho é clone! (Deusa, sobre o clone)

Ele não é clone, ele é a reencarnação do Diogo! (Dalva, tentando ser mais racional que Deusa)

O Livro Sagrado não é a favor da pena morte. Mas ele manda que dê oitenta chibatadas. Se morrer, é porque Alláh quis assim! (Tio Ali, falando sobre a morte)

Essas mulheres espetaculosas que espalham a corrupção sobre a terra hão de arder no mármore do inferno! (Tio Abdul, apavorado com o Ocidente)

Eles bebem água fria... E com gelo! (Latiffa, apavorada com os costumes ocidentais)

Linda como uma galinha do campo! (Mohammed elogiando Noêmia)

O que foi, homi? Você tá trixti?! (Khadija, incomodando na novela)

Não, minha princesinha! (Jade, dizendo de forma educada "saia da minha frente e me deixe em paz" para sua filha)

Ouro, muito ouro, Insha'Allah! (Khadija, incomodando de novo na novela)

Ela um dia há de morrer, Insha'Allah ! (Todos os telespectadores da novela, sobre Khadija)

Sabe por que a Khadija não anda de bicicleta? Porque Insha'Allah ! (Piadinha idiota que era moda quando eu estava na oitava série, sobre Khadija)

Sabe por que a Jade não vai pro inferno? Porque ela "só mente por amor"! (o amigo André San, desenterrando outra piadinha do início do milênio surgida no rastro do sucesso da trama de Glória Perez)

Cada mergulho é um flash! (Odete Cabeça e Engolidora de Fogo, forçando um bordão pra competir com a Dona Jura)

Não é brinquedo não! (Dona Jura, furiosa com o ciúme de Odete)

Gosto muito de te ver, Leãozinho... (Caetano Veloso, cantando para Leônidas)

É ruim, hein! (Yvete, sobre Caetano Veloso)

Caetano? Tem uma camisa dele do último show no Canecão aqui no Ferro Novo! (Raposão, dando umas piscadinhas pra Ligeirinho)

Se você quiser, eu posso pedir pra ele te ligar e confirmar! (Ligeirinho, tentando dar outro golpe)

Bom ti ver! (Ligeirinho, imitando a voz de Caetano no celular)

Nossa, eu sou sua fã número um! (Lidiane, tietando Caetano fake pelo celular)

Tem que ser muito artista mesmo! (Clarice, sobre a tietagem de Lidiane)

Sei que eu sou... bonito e gostoso e sei que você... me olha e me quer!!! (Raul Gazolla, cantando um sucesso de "As frenéticas" enquanto malha)

Hei, essa música foi feita pra mim! (Tavinho, sobre a música)

Tia! (Alicinha, servindo um cafezinho)

Eu quero cada gesto... Cada palavra... Cada segundo da sua atenção... (Zizi Possi, cantando os sentimentos de Edna em relação a Albieri)

Somente por amor... A gente põe a mão... (Marcus Viana)

My lover's gone... (Dido, com pena da Mel)

Luna, tu! (Alessandro Safina, sobre Yvete)

Eu sinto vergonha alheia! (Eu, sobre a dancinha do tio Ali)

U-u-u-u-u-u-u-u-u-u-u-u-i (Karima, em todas suas cenas)

Iá-la, iá-la! (Zoráide, tirando Karima de cena)

... (Soninha, em todas as suas cenas)

Lucas Andrade é natural do interior do Rio Grande do Sul e reside atualmente em Santa Catarina. Escreve sobre televisão desde o Ensino Médio no #BlogCascudeando. Formado em Psicologia e com Mestrado em Educação, atua na área e está cursando Letras-Português. Ainda pretende ganhar o Nobel de Literatura e um Oscar.