SBT: 5ndições

20/08/2007

Fonte: Reprodução
Fonte: Reprodução

Primeiramente, gostaria de agradecer os mais de dez mil acessos que meu blog recebeu desde sua criação, em junho de 2005.

Anteontem, 18 de agosto, foi o meu aniversário. Ontem, a emissora do tio Sílvio comemorou vinte e seis anos de sucesso! Mas o canal 5 de São Paulo está vivendo uma verdadeira crise desde que a Record passou a brigar pelo segundo lugar. Vários são os problemas da emissora: desrespeito ao telespectador, mudanças de horário, programas que não passam de um mês de duração, saturação de novelas mexicanas e seriados americanos em seus horários...

Quando se pensou que a emissora estava no caminho certo com uma grade fixa, o tio Sílvio resolveu voltar ao jogo de xadrez e modificar tudo, colocando o que estava conquistando, aos poucos, em xeque novamente. O início da crise propriamente dita iniciou-se com a exibição da novela "Os ricos também choram", que apesar de bem produzida, não conquistou público. De lá pra cá, as produções mexicanas foram abrasileiradas e isso afastou os noveleiros de plantão.

Problemas também foram os trocentos programas produzidos pelo tio Sílvio e apresentados por ele próprio: "Eu compro seu televisor", "Topa ou não topa", "Casamento à moda antiga", "Rei majestade" e o atual "Vinte e um", que não consegue ultrapassar a Record devido o horário ingrato.

Já a faixa de shows está sempre sendo prejudicada. Tanto, que Hebe já reclamou no ar o horário de seus programas. Com exceção do "SBT Realidade", as estreias do SBT não surtiram efeito. Nem mesmo o sucesso de crítica do ano passado, "Supernanny", foi capaz de prender a audiência no horário nobre. E o Ratinho, pra variar, comandou o "Você é o jurado", programa absolutamente ridículo. Mas as piadas sobre a programação ainda estão por conta do Celso Portiolli, que só faltou dançar na abertura do "Charme" ao som de Rita Lee. Ele não tinha programa nenhum e, de repente, apresenta vários! Pior a Gaslisteu, que saiu da madrugada, foi pra tarde e ficou em sexto no ibope. O SBT está realmente sem condições!

P.S. Aqui em São Borja, o SBT é o canal 5.

Mudando de assunto...

Não sou fã do "Criança Esperança", mas preciso comentar sobre a doação do cantor Luciano no quadro "Lata velha" do "Caldeirão do Huck". A atração foi completamente superficial no sábado passado, levando o cantor à caricatura quando ele afirma ter medo do inglês e apavorado ao ver um cover do Elvis. Fala sério!