Se não for o primeiro, seja o segundo

08/09/2008

Fonte: Reprodução
Fonte: Reprodução

A cada semana, a disputa pelo segundo lugar de audiência na TV brasileira fica mais emocionante. Nos dois lados existem novidades. Alguns bons, outros nem tantos. Erros e acertos ficam evidentes. E quem gosta de falar de televisão com certeza adora as novidades que a Record e o SBT apresentam nesse confronto.

Vamos falar da Record primeiro. Altos investimentos na teledramaturgia. Acerto. Mas também tem erro: ainda não produziu uma novela que traria retorno numa reprise. Podia ter dormido sem a dor de cabeça dos números de "Prova de amor", que é também exemplo do repeteco de seu cast. As audiências de suas novelas estão num patamar inferior aos quinze pontos e culparam os Jogos Olímpicos que passaram de madrugada pela queda de ibope à noite. Nos realities, a situação até que está bem. "Ídolos", "O aprendiz" e "Troca de família" são bem aceitos. O jornalismo conquistou seu espaço, tem seriados interessantes como "CSI" e "Dr. House" e no palpite de muita gente está melhor do que a Globo.

Agora é a vez do SBT. A emissora vive num troca-troca de horários incrível. Tem um cast na geladeira com nomes como Ratinho, Galisteu e Portiolli. Faz programas renascerem das cinzas e os enterra assim que surge uma oportunidade para tanto. Vive de reprises de "Chaves", sitcons americanas e novelas da Manchete. Está produzindo "Revelação" e pretende lançar o remake da novela argentina "Casi ángeles", da mesma forma que tem os textos de "Dona Beija" e "Minha doce namorada". Contratou uma boa equipe para o "Olha você", Isabella Fiorentino e Arlindo Grund para o "Esquadrão da moda", tem boas opções como "Astros", "SBT Realidade" e "Supernanny", um bom pacote de filmes e nomes como Gugu e Hebe, sendo que a primeira vive seu pior momento na TV e o segundo lidera o "Top Five" da emissora.

Enfim, tanto na Record como no SBT, existem bons programas, bons apresentadores... mas não estão livres de erros! Boatos é o que não faltam nessa novela que é a briga pelo segundo lugar de ibope. E brigam o tempo todo para conquistarem espaço. Mas quando você chega no bar da esquina e pede um pastel, tenho 90% de certeza que é na Globo que a TV está sintonizada!

Mudando de assunto...

O SBT vive apelando com aqueles letreiros amarelos que ficam cruzando durante os programas. Volta e meia, aparece "daqui a pouco, Ugly Betty" ou então imploram para que assistam ao "Novo programa Sílvio Santos", deixando claro que o PSS é novo. Certa vez, meu amigo André San (www.tele-visao.zip.net) comentou que a abertura de "Celebridade" era a coisa mais SBT que a Globo tinha feito (aquela abertura com os rostos das personagens principais aparecendo). Pois bem, a emissora carioca resolveu fazer um apelo para "Três irmãs". Durante os créditos de algumas atrações da casa, o logo da próxima novela das sete entra com o pedido: "Pelo amor de Deus, me assista para que eu não faça fiasco!". Remete à tática do SBT, não acham?