Só armação

16/03/2007

Fonte: Reprodução
Fonte: Reprodução

- O que não falta em novela de Gilberto Braga é armação. E com a atual novela das oito não seria diferente. Isso não significa que a novela seja ruim, mas sim que é um recurso utilizado pelo autor desde sempre. Vide as outras obras do autor...

- Mas não é só em novelas que existe armação/combinação. Chegando em casa quase na hora de assistir ao Jô Soares, percebo a plateia batendo palmas quando alguém fala qualquer besteira. Eu sei que é TV, mas mais combinado é impossível! Esses dias, falando com Sônia Braga sobre dirigir, o apresentador disse que seria um perigo os dois no mesmo carro. Era pra ser engraçado e todos acharam o máximo - menos eu, que fiquei com medo de cruzar por eles nas ruas...

- Programas como "Chaves", "Zorra total" e "A praça é nossa" sempre foram interferidos por aqueles sons estranhos que parecem ruídos vindos do além e que tomam conta do áudio da TV. São os risos que parecem ter, sei lá, algum significado demoníaco...

- Outros hilários são os enlatados do tio Sam. Mas não falo do conteúdo dos seriados, e sim, dos risos hilários. Eu queria saber em que selva esconderam os microfones para capturar o riso das hienas e adicionar ao áudio do seriado.

- Um programa que, acredito, explora mensagens subliminares é o "Programa Sílvio Santos" (que está de volta aos domingos, com quatro horas de SS direto!). Quando menos se espera, ele faz uma gracinha e as colegas de trabalho dele se matam dando risada. Pior que é sempre a mesma coisa:

SS: Oláaaaaa!

Colegas de trabalho: Ahahahhahah!

Se é pra cascudear, tá cascudeado!