Sugestões para o Viva não pecar

04/03/2013

Fonte: Reprodução
Fonte: Reprodução

Confesso que fiquei decepcionado com a escolha de "Pecado capital" (1998) como substituta de "Felicidade". Lembro pouco da adaptação do sucesso de Janete Clair por Glória Perez, mas pelo que andei lendo pela internet, não fui o único que ficou com um pé atrás diante da situação.

A maioria das reprises de novelas do Canal Viva já estiveram no "Vale a pena ver de novo". "Vamp" e "Que rei sou eu?" não estiveram no "Vale a pena ver de novo", mas foram reprisadas pela Globo na extinta "Sessão aventura", faixa horária hoje ocupada por "Malhação". Com isso, "Pecado capital" se torna a primeira novela a ser reprisada no "Viva" sem ter dado as caras nas tardes da Globo.

A trama de "Pecado capital" gira em torno de Carlão (Eduardo Moscovis), que encontra uma mala cheia de dinheiro em seu táxi. A partir disso, nascem os conflitos de um protagonista dúbio, um anti-herói sempre presente na obra de Janete Clair.

Tudo bem que eu não tenha gostado da escolha da novela, mas agora posso me livrar do compromisso de continuar assistindo alguma trama antiga. "Felicidade" e "Rainha da sucata" já ocupam meu tempo. A vontade de assistir "Renascer" é grande, mas como eu já sei que o Benedito Ruy Barbosa conta a trama bem devagarinho, vai ficar pra outra hora admirar a direção do Luiz Fernando Carvalho.

Já que a escolha de "Pecado capital" fez barulho nas redes sociais, vamos fazer uma listinha de novelas que têm a cara do Canal Viva. Mas leia bem, têm a cara do Canal Viva, o que não significa que seriam as minhas opções...

Para substituir "Pecado capital" (1998): "Bebê a bordo" (Carlos Lombardi), "Despedida de solteiro" (Walther Negrão), "História de amor" (Manoel Carlos) e "Salsa e merengue" (Miguel Falabella e Maria Carmem Barbosa).

Para substituir "A próxima vítima" (1995): "Fera ferida" (Aguinaldo Silva, Ricardo Linhares e Ana Maria Moretzsohn), "A viagem" (Ivani Ribeiro), "A indomada" (Aguinaldo Silva e Ricardo Linhares) e "Laços de família" (Manoel Carlos).

Para substituir "Selva de pedra" (1986): "Água viva" (Gilberto Braga), "Sassaricando" (Sílvio de Abreu), "Meu bem meu mal" (Cassiano Gabus Mendes) e "Explode coração" (Glória Perez).

Aliás, as reprises de "Explode coração" e "Salsa e merengue", junto com "Andando nas nuvens" e "Esplendor" são a cara do "Vale a pena ver de novo". Mas cadê???