Tardes de #AmorEIntrigas

24/04/2016

Fonte: Reprodução
Fonte: Reprodução

A novela de Gisele Joras está de volta! "Amor e intrigas" foi uma sinopse que ganhou um concurso promovido em 2005 pela Record na busca por novos roteiristas de novela. De lá para cá, nunca mais a emissora realizou tal artefato na busca por novos talentos na área da teledramaturgia.

Além de "Amor e intrigas", as sinopses "A canção de Lara" e "Conexão internacional" ficaram com segundo e terceiro lugar respectivamente. Onde será que andam os autores destas sinopses? Porque estas novelas não tiveram a chance de serem produzidas?

Na época, a Record buscava estabilidade em sua produção, chegando a exibir três novelas inéditas. Desde então, nunca mais se viu tal investimento. Após a descoberta do nicho de minisséries bíblicas, as novelas contemporâneas ficaram em segundo plano. Nem mesmo a ideia de exibir suas produções às tardes é capaz de desculpar esta falha na Record, que acaba por colocar a instituição religiosa acima da possibilidade de produzir os produtos mais tradicionais da TV. Foi-se o tempo das novelas arrojadas, como "Vidas opostas", "Poder paralelo" e "Pecado mortal".

Será que a Record vai, algum dia, retomar o projeto de produção de novelas? Se depender de "Escrava avó", é bom esperarmos sentados o fim do "Apocalipse".