Tem #TiTiTi nas tardes da Globo

22/03/2021
Fonte: Reprodução
Fonte: Reprodução

Depois de anos de muita espera, finalmente a Globo resolveu se mexer e reexibir uma das novelas mais queridas da década passada (sim, década passada!). #TiTiTi, baseada na obra original e em outros personagens do universo de Cassiano Gabus Mendes, estará de volta nas tardes da Globo, substituindo a bem-sucedida reprise de #LaçosDeFamília.

A eterna disputa entre Victor Valentin (Murilo Benício) e Jacques Leclair (Alexandre Borges, que até hoje faz o mesmo personagem em todas as novelas) promete causar mais uma vez. Inimigos desde a infância, os dois costureiros passarão meses tentando um sabotar o outro. Com um humor escrachado que transita muito bem entre o escancarado e o sutil, a novela fez uma legião de fãs que por anos requisitavam nas redes sociais tanto a melhoria da qualidade de imagem no Globoplay quanto uma versão para as tardes da Globo.

Sem dúvidas que os tempos que vivemos requerem uma boa dose de escapismo. E apesar da demora, acredito que a obra pode ser bem recebida novamente. Mas não tanto pelo tom humorístico, mas sim pelo drama de Marcela (Ísis Valverde), que foi construído de uma maneira muito cuidadosa pela dupla de autores Maria Adelaide Amaral e Vincent Villari. A jovem fica grávida do namorado, que não assume o bebê. A partir de uma confusão, Bruna (Giulia Gam), que está doente, passa a acreditar que o filho da jovem espera é de Osmar (Gustavo Leão), que morre num acidente. O que ela nem desconfia é que Osmar escondia da família um relacionamento com Julinho (André Arteche). Um drama folhetinesco com conflitos atualizados para a época de exibição. E lá se vão dez anos!

Foram muitos os destaques no elenco. A trilha sonora então é um deleite! Além disso, são inúmeras as referências à teledramaturgia, fazendo a alegria dos noveleiros. Cena que vou lembrar pra sempre? O casamento de Thaísa (Fernanda Souza). Lembro que eu vibrei com a entrada do elenco na igreja. Personagem inesquecível? Jacqueline Maldonado (Cláudia Raia). Impagável num determinado ponto da história como Irmã Desgosto! Uma novela que vale muito a pena ver de novo e que tem a difícil missão de manter fiel o público da faixa.