Um certo desgaste... Será?

15/10/2007

Fonte: Reprodução
Fonte: Reprodução

"Ainda vai levar um tempo"... Mas até que nem levou tanto pra Globo se dar conta que essa temporada de "Malhação" não funcionou. O programa, que iniciou em 1995 sem muita expectativa de permanência na grade, vingou nos tempos de academia e mudou-se para o colégio, procurando retratar o cotidiano dos estudantes. Passaram-se boas fases nas mãos de Emanuel Jacobina ("Coração de estudante") e Andréa Maltarolli (futura "Beleza Pura"). Mas atualmente, tá meio complicado de acompanhar...

Vários atores de renome, como Lília Cabral e Nuno Leal Maia já encabeçaram o elenco adulto. Mas agora, o elenco adulto escalado cai em algumas bobagens. O que dizer das brigas bobas entre Cláudia Ohana (Cigarra) e Marcelo Novaes (Formigão) no corredor do prédio em que viviam na temporada de 2006?

Apostando num triângulo amoroso, processos, e armações facilmente "descobríveis", será que a estrutura não está um pouquinho desgastada? A audiência desse ano mostra que Globo precisa urgentemente de uma reformulação.

Com audiência abaixo do esperado, "Malhação" antecipou a temporada 2008 quase três meses. A partir de um concurso do "Caldeirão do Huck", será escolhido um casal para fazer parte da trama. Se o negócio não emplacar, é possível que a Globo terá de repense o projeto.

Mudando de assunto...

Uma modificação na grade da Record foi feita por conta dos baixos índices de "Duas Caras": o programa "Tudo a ver" deixou a programação para que "Caminhos do coração" possa roubar alguns pontinhos da novela da Globo, iniciando mais cedo. E com o final de "Luz do sol" se aproximando, caberá a "Amor e intrigas" chamar a atenção do público. Não sei, mas acho que a Record cometeu um engano colocando suas duas produções no horário mais nobre da TV. Acho que a Record tinha que ter mantido o horário das 19h, pois foi com ele que sua boa fase de dramaturgia vingou.