Vende-se um véu de noiva

14/06/2009

Fonte: Reprodução
Fonte: Reprodução

Quando uma emissora aposta num texto de qualidade, é provável a colheita de bons frutos. As novelas da Record apostam em mutantes e máfia. Já as novelas da Globo andam muito parecidas em suas tramas há algum tempo. Com isso, surge a proposta de "novela pra família", com uma trama de Janete Clair.

"Vende-se um véu de noiva" traz ao SBT uma trama com novos ares. Gravada no Guarujá, a adaptação de Íris Abravanel promente supreender com belíssimas paisagens e um texto da Nossa Senhora das Oito. Adaptar uma obra deste nível não é fácil. A própria Globo sabe disto, com três remakes no currículo. A pressão é enorme e todos estão prontos para alfinetar.

Com as chamadas bombando, a produção entra no ar de forma aberta, com possibilidade de alterações em sua narrativa. Assim, não enfrentará o principal problema de "Revelação", totalmente gravada antes da exibição. Nas imagens, uma fotografia que convida todos a assistirem à produção. É, sem dúvida, o produto mais bem cuidado do SBT nos últimos tempos. Pode se dar bem, considerando-se a crise que a Record tem enfrentado com perda de alguns pontos que, nesta hora, podem ser preciosos ao SBT.

Nesta terça, quem quiser adquirir um véu de noiva, basta sintonizar na emissora do tio Sílvio. É a primeira adaptação de um texto de Janete Clair nos domínios da Anhanguera. Um convite a todos que torcem pelo final feliz dos pombinhos num clássico folhetim.